sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Maurice Lemoine: Golpes e desestabilização moderna na América Latina


Habituada aos golpes de Estado, a América Latina tornou-se, após o inverno das ditaduras, um laboratório de experimentação de políticas à esquerda. Cada vez mais, porém, os Estados Unidos e seus aliados aprendem a derrubar – ou tentar derrubar – sem muito derramamento de sangue os governos que os perturbam.

Por Maurice Lemoine*, no Le Monde Diplomatique


Habituada aos golpes de Estado, a América Latina tornou-se, após o inverno das ditaduras, um laboratório de experimentação de políticas à esquerda.Habituada aos golpes de Estado, a América Latina tornou-se, após o inverno das ditaduras, um laboratório de experimentação de políticas à esquerda.
Miami, 23 de setembro de 2010. Nas dependências do luxuoso Bankers Club e sob os auspícios do Instituto Interamericano para a Liberdade e a Democracia, o anticastrista radical Carlos Alberto Montaner abriu a conferência “O colapso dos modelos do socialismo do século 21”. Na assembleia, notam-se alguns exilados equatorianos muito conhecidos: Mario Ribadeneira, ex-ministro do governo de Sixto Durán Ballén (1992-1996) – o apogeu do neoliberalismo em Quito –; Roberto Isaías, que fugiu da justiça após provocar a falência fraudulenta de seu banco, o Filanbanco, o maior do país; e o ex-coronel Mario Pazmino, diretor do serviço de informação do Exército, destituído em 2008 pelo chefe de Estado Rafael Correa por suas ligações um tanto estreitas com a CIA.

Pesquisa que apontava liderança de Aécio admite números falsos


Com o término da corrida presidencial, as informações sobre as verdadeiras táticas de campanha da oposição começam a pipocar em todos os jornais. De acordo com matéria publicada no site da Folha de S. Paulo nesta quinta-feira (30), Adriano SIlvoni, dono do Instituto Veritá, e Leonardo de Assis, estatístico responsável pela pesquisa, informaram que os levantamentos divulgados durante os programas do tucano foram utilizados de maneira enganosa pela campanha de Aécio Neves (PSDB).


 (Reprodução) (Reprodução)
As práticas enganosas usadas pelo marketing da campanha do candidato Aécio Neves, que manipulou os resultados de uma das últimas pesquisas promovidas pelo Instituto Veritá para a preferência do eleitorado em Minas Gerais, foram denunciadas à imprensa quatro dias após as eleições do segundo turno, ocorrida no último domingo (26).

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Projeto na Câmara propõe plebiscito da reforma política


Em meio às discussões sobre a necessidade de uma ampla reforma política no País, surge com força a defesa pela aprovação na Câmara do Projeto de Decreto Legislativo (PDC) que define a convocação de plebiscito para decidir os temas da reforma política. A presidenta reeleita Dilma Rousseff tem defendido a reforma política via consulta popular. 


PT/RS
Na ocasião, os líderes e dirigentes partidários entregaram a proposta da Câmara à presidenta Dilma. Na ocasião, os líderes e dirigentes partidários entregaram a proposta da Câmara à presidenta Dilma.
O PDC, que define os temas do plebiscito para viabilizar a reforma, foi apresentado em agosto do ano passado com a assinatura dos líderes de quatro partidos políticos. Entre eles, José Guimarães (PT-CE), então líder do PT na Câmara, André Figueiredo (PDT-CE), Manuela D’Ávila (PC do B-RS) e Beto Albuquerque (PSB-RS).

Atualmente o PDC encontra-se na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, aguardando parecer do relator da matéria, deputado Eduardo Cunha(PMDB-RJ). Se aprovado, o projeto convoca um plebiscito nacional que será realizado em data definida pelo Congresso Nacional e comunicada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os temas abordados tratariam de financiamento de campanha, participação popular no processo legislativo e coincidência de eleições.

Da Redação em Brasília
Com PT na Câmara

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

PT crê que Senado vai rever decisão sobre conselhos populares



Agora será a vez de o Senado avaliar a Política Nacional de Participação Social. Na noite desta terça-feira (28), a oposição conseguir aprovar na Câmara dos Deputados um projeto cancelando o decreto da presidenta Dilma Rousseff que regula a participação da sociedade na gestão pública. O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou que o governo vai tentar mudar essa decisão que está baseada num pressuposto falso.

O líder do PT no Senado afirmou que o governo vai tentar mudar a decisão da Câmara, que está baseada num pressuposto falso. 

A oposição, acusada de revanche eleitoral, alega que o decreto retira poderes do Congresso Nacional. O líder do PT considera essa análise equivocada e explica que “esse decreto não retira qualquer tipo de poder do Congresso Nacional, apenas o governo está organizando o funcionamento de estruturas que já existem”.

Dilma fortalece discurso da reforma política com participação popular


Blog do Planalto
Dilma durante entrevista na Band nesta terça-feira (28).Dilma durante entrevista na Band nesta terça-feira (28).

Confira no boletim da Rádio Vermelho desta quarta-feira (29) as declarações da presidenta Dilma em defesa da reforma política a partir da consulta popular. O programa também destaca: Vanessa Grazziotin cumprimenta Dilma e defende reforma política, Mujica afirma que vitória de Dilma é uma "boa notícia" para o Uruguai e Rússia afirma que falta de cooperação dos Estados Unidos com Assad dificulta luta contra Estado Islâmico.

Por Ramon de Castro, para a Rádio Vermelho


Ouça o boletim na Rádio Vermelho:

Governo não desistirá de tornar constitucional a participação social


O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse nesta quarta-feira (29) que a derrubada, na noite desta terça-feira (28), pela Câmara dos Deputados, do decreto presidencial que criou a Política Nacional de Participação Social demonstrou a vontade de se impor uma derrota política à presidenta Dilma Rousseff. Segundo Carvalho, o governo não desistirá de tornar constitucional e estável o processo de participação social.


O ministro das Cidades, Gilberto Occhi e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, durante a abertura da 42ª Reunião do Conselho Nacional das Cidades. Foto: Elza Fiuza/Agência BrasilO ministro das Cidades, Gilberto Occhi e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, durante a abertura da 42ª Reunião do Conselho Nacional das Cidades. Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil
“Na prática esse decreto mexia tão pouco com as estruturas. É uma vitória de Pirro, uma vitória que não significa nada a não ser a vontade conservadora de impor uma derrota política à presidenta. Mas é uma derrota que não nos abate”, disse se referindo à expressão vitória de Pirro usada para expressar uma vitória com ares de derrota.

Leia também:

Trabalhadores uruguaios conquistam outorga de canal de TV

Mídia que manipula também é problema no Uruguai. A nova lei de mídia está em tramitação. Por decreto, o presidente Jose Mujica concedeu um canal de TV para uma central sindical do país. Veja no Portal Vermelho


    terça-feira, 28 de outubro de 2014

    MST: Derrotamos o neoliberalismo e vamos derrotar o agronegócio


      

    Confira no boletim da Rádio Vermelho desta terça-feira (28) as afirmações de Alexandre Conceição, da coordenação nacional do MST, sobre a reeleição de Dilma e os próximos objetivos a serem alcançados. O programa também destaca: Comissão entrega relatório de jornalistas perseguidos na ditadura, Cuba conquista respaldo na ONU, mas EUA não cede sobre o bloqueio, e Unesco conduz reunião contra homofobia em instituições de ensino da AL.

    Por Ramon de Castro, para a Rádio Vermelho


    Ouça o boletim na Rádio Vermelho:

    Argentina condena militares à prisão perpétua por crimes na ditadura


    A Argentina condenou à prisão perpétua 15 militares da reserva e civis por violações dos direitos humanos cometidas em um centro clandestino de detenção na última ditadura argentina (1976-1983). Entre os condenados, está o ex-chefe da polícia da província de Buenos Aires, Miguel Etchecoltz, que já havia recebido a mesma sentença em outro julgamento.


    Divulgação/Abuelas de la Plaza de Mayo
     No total, 15 pessoas foram condenadas; os crimes ocorreram em um centro de detenção ilegal, o La Cacha, onde houve prisioneiros torturados e o assassinato de 135 pessoas No total, 15 pessoas foram condenadas; os crimes ocorreram em um centro de detenção ilegal, o La Cacha, onde houve prisioneiros torturados e o assassinato de 135 pessoas
    Os crimes ocorreram em um centro de detenção ilegal, o La Cacha, onde houve prisioneiros torturados e o assassinato de 135 pessoas.

    Uma das vítimas foi Laura Carlotto, a filha de Estela de Carlotto, líder das Avós da Praça de Maio. A ativista estava presente no momento da sentença, junto a um grande público que aplaudiu a decisão.

    DEM morreu. ACM Neto marca o enterro!


    Por Altamiro Borges

    O senador Agripino Maia, presidente do DEM, levou uma surra no Rio Grande do Norte, mas continua rosnando valentia. Ele esbraveja que “não dará paz à presidenta Dilma”. É pura bravata. Sua legenda morreu nestas eleições e os demos rumam para o inferno – isto se o capeta permitir o ingresso. A única liderança que ainda sobrou neste partido moribundo, ACM Neto, prefeito de Salvador (BA), já anunciou que ele será extinto no próximo ano. Vale conferir o relato do jornalista Ilimar Franco, do insuspeito jornal O Globo, um dia antes do segundo turno:

    *****

    O DEM vai acabar

    Uruguai rejeita redução da maioridade Do site Opera Mundi:



    Os dados iniciais da apuração oficial das eleições deste domingo (26/10) no Uruguai confirmam que os candidatos Tabaré Vázquez e Luis Alberto Lacalle Pou definirão a Presidência do país em segundo turno, marcado para o dia 30 de novembro. Em plebiscito que também foi realizado ontem, 53% dos uruguaios rejeitaram a redução da maioridade penal. 

    Partido Comunista Português saúda vitória de Dilma


    O Partido Comunista Português (PCP) saúda os resultados das eleições de 2014 no Brasil. Em carta enviada ao PCdoB, os portugueses parabenizaram pela reeleição da presidenta Dilma Rousseff. 


    Festa na Avenida Paulista pela reeleição de DilmaFesta na Avenida Paulista pela reeleição de Dilma
    Eles também destacaram os bons resultados obtidos pelo PCdoB nos pleitos estaduais e parlamentares, assim como, a consolidação do partido como uma força política importante no Brasil.

    A cada quatro homens gays, três sofrem algum tipo de violência


    Será realizada neste domingo (4) a 18ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. O evento enseja reflexões sobre conquistas do movimento em todo o mundo, como a visibilidade dessa população e o reconhecimento da união homoafetiva. E também sobre desafios que permanecem, como vencer a discriminação e a violência.


    Reprodução
    De acordo com o estudo, 42% dos homens gays já receberam ameaça de agressão  por não serem heterossexuaisDe acordo com o estudo, 42% dos homens gays já receberam ameaça de agressão por não serem heterossexuais
    Um relatório do Grupo Gay da Bahia (GGB), divulgado em fevereiro, aponta que 312 gays, travestis e lésbicas foram assassinados em 2013, o que em média equivale a um assassinato a cada 28 horas. Para a coordenação do GGB, a União e os governos estaduais falham na garantia de segurança a essa comunidade. Há ainda a impunidade: de cada dez assassinatos, somente três tiveram os autores identificados.

    População LGBT de Campo Grande pede combate à homofobia e Estado laico


    Com muita cor, música e alegria, cerca de 30 mil pessoas participaram, na Praça Ari Coelho, em Campo Grande, para a 13ª Parada da Cidadania LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e transgêneros), realizada neste domingo (26). Com o tema, “Um país democrático, é um país livre, laico e sem discriminação!”, os ativistas pedem um país mais igualitário para homossexuais.


    Reprodução
    A manifestação reuniu mais de 30 mil pessoas pelas principais ruas de Campo GrandeA manifestação reuniu mais de 30 mil pessoas pelas principais ruas de Campo Grande
    “Esperamos comprometimento com as causas sociais, os direitos humanos e combate severo à homofobia e transfobia. Um governo laico, democrático e que não tenha ranços e rancor por achar que os movimentos sociais sejam seus inimigos”, destacou a presidenta da Associação Nacional de Travestis e Transexuais do Brasil e organizadora do evento, Cris Stefanny.

    Denúncia falsa da Veja é descalabro contra o processo democrático


    A revista Veja publicada nesta sexta-feira (24) é um atentado contra o jornalismo brasileiro. A matéria expõe uma suposta ligação entre Dilma, Lula e um esquema de desvio de verbas da Petrobras, e faz isso de forma a construir uma narrativa em que o PT se apropriou da estatal para financiar campanhas e comprar apoio parlamentar. O texto, não oferece provas sobre nenhuma das acusações que apresenta. Os advogados do doleiro, aliás, negam categoricamente que qualquer coisa tenha dito nesse sentido.


    Reprodução
    Em seu último programa de TV a presidenta Dilma Rousseff rechaçou a publicação da revistaEm seu último programa de TV a presidenta Dilma Rousseff rechaçou a publicação da revista
    Essa manifestação desesperada da editora Abril, a dois dias da decisão presidencial, vem carregada de sintomas da mentalidade recalcada que a corporação tem diante dos governos populares. O primeiro deles, e sinal de desespero, é ter-se adiantado a data de publicação da revista para que ela tivesse impacto nos índices eleitorais - normalmente, o veículos é entregue aos domingos.

    segunda-feira, 27 de outubro de 2014

    Renato Rabelo: Elogio à militância que não foge à luta

      O presidente nacional do Partido Comunista do Brasil, Renato Rabelo, emitiu na tarde desta segunda-feira (27) nota em que enaltece o papel da militância na campanha que resultou na reeleição da presidenta Dilma Rousseff à Presidência da República. Leia a íntegra


    A reeleição da presidenta Dilma Rousseff é fruto de um conjunto de fatores, entre os quais se ressalta o papel destacado da militância dos partidos e dos movimentos sociais. A direção nacional do PCdoB enaltece com estima e louvor esse coletivo de milhares e milhares que – com entusiasmo, dedicação e criatividade – ocuparam as ruas e as redes sociais para que o povo conquistasse esta histórica quarta vitória consecutiva.

    Presidente da OAB convoca população pela Reforma Política


      

    No boletim da Rádio Vermelho desta segunda-feira (27), confira o pedido de mobilização do presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coelho, pela Reforma Política. O programa também destaca: Dilma vence nos territórios palestinos e Aécio em Israel, presidentes latino-americanos comemoram e felicitam reeleição de Dilma, e Veja descumpre ordem de juiz e sofre multa de R$ 500 mil por hora.

    Por Ramon de Castro, para a Rádio Vermelho


    Ouça o boletim na Rádio Vermelho:

    OAB repudia e pede que racismo contra nordestinos seja denunciado


    A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) repudiou nesta segunda-feira (27) as manifestações de discriminação contra nordestinos após a reeleição da presidente Dilma Rousseff.


    Marcus Vinicius Furtado Coêlho é presidente da OABMarcus Vinicius Furtado Coêlho é presidente da OAB
    "O Brasil é uma nação plural, tolerante e respeitosa. Essas manifestações preconceituosas contra nordestinos advêm de uma minoria e merece ser repudiada pela sociedade brasileira", disse o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.

    Leonardo Attuch: "É hora de comprar Brasil!"


    Raras vezes, na história da humanidade, um país se deixou cegar tanto pelo ódio político, pela intolerância e pela mentira, sendo tão vilipendiado por sua própria elite. 

    Por Leonardo Attuch*, publicado no Brasil 247


    PR/Roberto Stuckert Filho
      
    Agora, que as eleições acabaram, relembre: o Brasil é exemplo global no combate à fome, tem a menor taxa de desemprego de sua história, uma nova classe média pujante, que adensa um dos maiores mercados de consumo de massa do mundo, e uma presidente revigorada pela vitória nas urnas; além disso, está prestes a se tornar um dos grandes produtores globais de petróleo, não há descontrole inflacionário e os ajustes necessários na economia são bem menos severos do que se apregoa; por último, mas não menos importante, o Brasil NÃO é bolivariano!; um bom Dilma a todos.

    Putin felicita Dilma e agradece atenção dela com a Rússia


    Um dos principais parceiros comerciais brasileiros também fez questão de parabenizar o resultado das eleições. O presidente russo, Vladimir Putin, felicitou a sua homóloga do Brasil, Dilma Rousseff, pela sua reeleição como chefe de Estado, nesta segunda-feira (27), segundo o serviço de imprensa do Kremlin.

     

    "O presidente russo também elogiou a atenção dada ao reforço da parceria estratégica russo-brasileira e confirmou a sua disponibilidade para continuar um diálogo construtivo e a colaboração ativa no desenvolvimento de maior cooperação bilateral em todas as áreas, bem como a cooperação no âmbito das Nações Unidas, G20, BRICS e outras estruturas multilaterais", disse Putin.

    Líderes mundiais cumprimentam Dilma Rousseff pela vitória


    A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, afirmou, nesta segunda-feira (27), em uma coletiva de imprensa, que a China congratula a reeleição de Dilma Rousseff como presidente do Brasil, e que a China quer promover em conjunto com o Brasil parcerias estratégicas.


    Agência Brasil
      
    Segundo Hua Chunying, o presidente chinês, Xi Jinping, já mandou mensagem telefônica para Dilma Rousseff transmitindo-lhe congratulações. Segundo ela, a China acredita que o povo brasileiro vai obter mais resultados sob a liderança de Dilma.

    Hua lembrou que a China presta alta atenção ao desenvolvimento das relações entre os dois países. Ambas as partes vão aprofundar ainda mais a confiança na política e a cooperação pragmática em todos os aspectos.

    Vitória de Dilma é sinal de consciência política, diz Maduro


    A vitória da presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, sobre Aécio Neves no último domingo (26), que garantiu mais quatro anos de governo para a atual mandatária, tem sido muito exaltada por diversos líderes mundiais, em especial na América do Sul, região na qual há pouco mais de dez anos boa parte dos países tem sido administrada por governos progressistas, mais preocupados com as causas sociais.


    AVN
    Nicolás Maduro, presidente da Venezuela.Nicolás Maduro, presidente da Venezuela.
    Um dos primeiros a felicitar o resultado do pleito e também um dos mais entusiasmados com a reeleição de Dilma foi o presidente da Venezuela, Nicolas Maduro. Em um comunicado enviado pelo governo vizinho, o líder bolivariano afirmou que “a vitória da presidenta Dilma Rousseff é o resultado de uma extraordinária mobilização das forças populares do Brasil, o que demonstra mais uma vez o alto nível de consciência política e compromisso de ingressar na região da América do Sul, América Latina e Caribe, e sem dúvida, assegurar a continuidade do processo de construção da Grande Pátria, como Simon Bolívar sonhou”. 

    Frente Guasu:Dilma é passo para a construção de sociedade igualitária


    A Frente Guasu, coalizão de partidos de esquerda do Paraguai, celebrou a vitória de Dilma Rousseff nas eleições deste domingo, 26 de Outubro.


      
    Os paraguaios comemoraram o resultado que permitirá que a líder brasileira permaneça por mais quatro anos a frente da nação.

    “Esta vitória é muito importante para a América Latina e vem em um momento crucial da história, que é a construção de uma sociedade mais igualitária, livre das amarras da exploração e do imperialismo”, diz a Frente Guasu em um comunicado enviado ao Brasil. 

    Fome não é mais regra no agreste pernambucano


    O morador do agreste pernambucano já viu dias bem piores. Muitas famílias se lembram dos momentos sofridos em que não sabiam o que comeriam ou quando iriam ter a próxima refeição. “Era uma calamidade, era triste”, afirma a aposentada Luzinete Andrade.


    Reprodução
    População é beneficiada pelo aumento da renda e das políticas públicas voltadas para combate à fomePopulação é beneficiada pelo aumento da renda e das políticas públicas voltadas para combate à fome
    Hoje, o discurso é diferente: “Os meninos, passar fome, não passa mais (sic)”, afirma Luzinete. Aos poucos, a imagem de pratos vazios fica somente na memória dos cerca de 1,8 milhões de pessoas da região.

    Essa população foi beneficiada pelo aumento da renda e das políticas públicas voltadas para o combate à fome, que se tornou prioridade do governo.

    “Vence o projeto defendido pelos trabalhadores rurais”, diz Contag

    Em nota a Contag afirma que a vitória da presidenta Dilma representa os anseios dos trabalhadores rurais e do povo brasileiro. Para a entidade, quem defende um país mais justo, igualitário e solidário foi brindado com a continuidade de um projeto que tirou milhares da miséria. 


    Contag
    Durante a campanha no primeiro turno, a Contag declarou apoio a Dilma e entregou um documento com 13 diretrizes para avançar as políticas publicas para o povo do campo, da floresta e das águasDurante a campanha no primeiro turno, a Contag declarou apoio a Dilma e entregou um documento com 13 diretrizes para avançar as políticas publicas para o povo do campo, da floresta e das águas
    A Contag declarou apoio à reeleição de Dilma nos dois turnos das eleições. A entidade entende que o projeto defendido pela presidenta é o que mais contempla as necessidades do povo do campo, da floresta e das águas. 

    Durante a campanha, no primeiro turno, a presidenta visitou a sede da Contag, em Brasília, e recebeu dos trabalhadores rurais um documento com 13 diretrizes para avançar no desenvolvimento rural, sustentável e solidário, principal bandeira dos movimentos camponeses. A reforma agrária, o fortalecimento da agricultura familiar e o assalariamento rural também foram incluídos na pauta. 

    Perfuração em poço de Libra descobre petróleo na Bacia de Santos

    O Consórcio de Libra informa que a perfuração do primeiro poço de extensão na área de Libra, o 3-BRSA-1255-RJS (3-RJS-731), comprovou a descoberta de petróleo de boa qualidade na porção noroeste da estrutura.


      
    Informalmente conhecido como NW1, o poço está localizado no pré-sal da Bacia de Santos, a cerca de 170 quilômetros da costa do estado do Rio de Janeiro e a aproximadamente 4 km a sudeste do poço descobridor, o 2-ANP-2A-RJS.

    Uruguai: Corte Eleitoral confirma vitória de Vázquez no 1º turno


    O candidato da Frente Ampla (FA) consolidou sua liderança nas eleições gerais uruguaias, segundo confirmou nesta segunda-feira (27) a Corte Eleitoral (CE) do Uruguai, depois da apuração de 80% dos votos.

    Tabaré Vázquez, da Frente Ampla, presidiu o Uruguai entre 2005 e 2010. Ele antecedeu o governo de José Mujica e agora pretende também substituí-lo.
    Um boletim emitido às 09:30 horas (local) registrou 47% para a fórmula composta pelo ex-presidente Tabaré Vázquez e Raúl Sendic.

    A CE informou que o opositor Partido Nacional (PN), presidido por Luis Lacalle Pou e Jorge Larrañaga, alcançou 31,6% e ficou em segundo lugar.

    De um total de 2.620.791 eleitores habilitados, a FA obteve 975.38 e o PN, 655.99.

    Leia também:

    domingo, 26 de outubro de 2014

    "Fizemos muito, faremos muito mais’, afirma Dilma em artigo


     Quando Lula chegou ao governo em 2002, o Brasil estava com uma inflação de 12,5%, tinha taxa de desemprego de 11,7%, reservas de apenas US$ 37 bilhões, dos quais US$ 20 bilhões de um empréstimo do FMI. Ninguém pode negar que o país estava mal, muito mal. 

    Por Dilma Rousseff, na Folha de S.Paulo*


    Dilma em campanha neste segundo turno.Dilma em campanha neste segundo turno.
    Passados 12 anos, ninguém pode negar também que o país melhorou de forma substancial e profunda.

    Transformamos o social no eixo estratégico do desenvolvimento, com resultados extraordinários. Realizamos o mais profundo processo de inclusão social de nossa história. Com programas inovadores de transferência de renda como o Bolsa Família, com o aumento do salário mínimo em 71% e a geração de mais 21 milhões de empregos, praticamente erradicamos a pobreza extrema e elevamos 42 milhões à condição de classe média.

    Renato Rabelo: "O projeto das forças democráticas e populares venceu"


    O presidente nacional do Partido Comunista do Brasil, Renato Rabelo, participou na noite deste domingo (26) na solenidade em que a presidenta reeleita Dilma Rousseff agradeceu ao povo brasileiro e aos partidos da coligação Com a Força do Povo pelo apoio recebido nas urnas. Ao sair do evento, fez uma declaração à redação do Portal Vermelho.

    Rennan Martins: (DOIS PROJETOS - DILMA X AÉCIO) A decisão a ser tomada

    Acrescentado o título por Dedé Rodrigues.

    Reprodução
      

    Domingo os brasileiros decidirão entre dois projetos de país. Duas visões político-econômicas que divergem muito nas prioridades, na concepção do que é melhor para a população e o mundo.

    Por Rennan Martins*

    "Fizemos muito, faremos muito mais", afirma Dilma em artigo


     Quando Lula chegou ao governo em 2002, o Brasil estava com uma inflação de 12,5%, tinha taxa de desemprego de 11,7%, reservas de apenas US$ 37 bilhões, dos quais US$ 20 bilhões de um empréstimo do FMI. Ninguém pode negar que o país estava mal, muito mal. 

    Por Dilma Rousseff, na Folha de S.Paulo*


    Dilma em campanha neste segundo turno.Dilma em campanha neste segundo turno.
    Passados 12 anos, ninguém pode negar também que o país melhorou de forma substancial e profunda.

    Transformamos o social no eixo estratégico do desenvolvimento, com resultados extraordinários. Realizamos o mais profundo processo de inclusão social de nossa história. Com programas inovadores de transferência de renda como o Bolsa Família, com o aumento do salário mínimo em 71% e a geração de mais 21 milhões de empregos, praticamente erradicamos a pobreza extrema e elevamos 42 milhões à condição de classe média.