sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Mais Médicos - Venceu a insensatez, perde o Brasil


Uma tragédia para a vida e a saúde de 30 milhões de brasileiros.

Por Arthur Chioro*

Foto: Arakém Alcântara
  
Um caos para a organização do SUS, que depende da atenção básica para coordenar o acesso às redes regionais e garantir a universalidade e a integralidade da saúde.

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Manuela considera tragédia a saída dos cubanos do Mais Médicos

Para a deputada estadual Manuela d’Ávila (PCdoB) a saída dos profissionais cubanos do programa Mais Médicos afetará famílias pobres, crianças necessitadas e velhos em desamparo. A parlamentar pediu desculpas aos cubanos e registrou a solidariedade que eles sempre dedicaram aos povos do mundo.

Reprodução
  
Manuela d’Ávila afirmou, através de suas redes sociais, que “o fim da participação dos médicos cubanos no Mais Médicos é uma primeira tragédia da ideologização e da loucura persecutória contra a esquerda que está em curso em nosso país”. Segundo a parlamentar mais de 30 milhões de famílias ficarão sem médicos. Para ela, serão afetadas as famílias mais pobres, as crianças que necessitam, a velhice desamparada.

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Enquanto os bancos lucram, 62% dos brasileiros estão endividados


Só com os juros cobrados, os bancos embolsaram mais de R$ 354 bilhões no ano passado. Os juros do cheque especial chegam a 300% ao ano. 10,8% da renda anual das famílias foram usadas para pagamento de juros

Por Rosely Rocha, especial para Portal CUT

Ilustração: Márcio Baraldi
  
Enquanto 62% dos brasileiros vivem o drama do endividamento e não têm condições de pagar suas contas, os bancos continuam obtendo lucros estratosféricos ano após ano. A explicação para este alto endividamento dos brasileiros são os juros médios cobrados de pessoa física que passam de 52% ao ano, chegando a 280% no cartão de crédito rotativo e mais de 300% no cheque especial.

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Ideias de Guedes para Previdência são piores que as de Temer


Para Júlia Lenzi, pesquisadora na área da seguridade social, mudança na Previdência Social teria efeitos catastróficos

Por Lu Sudré, do Brasil de Fato

Divulgação
  
Mesmo antes de assumir o poder, Jair Bolsonaro (PSL) e sua equipe declararam que a reforma da Previdência será prioridade do novo governo. Além de apoiar as mudanças do projeto do governo Michel Temer (MDB), Paulo Guedes, cotado para ser ministro da Fazenda, afirmou que pretende propor um novo modelo de aposentadoria para o ano que vem. 

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Fundações lançam manifesto em defesa da democracia no Brasil


Fundações ligadas ao PCdoB, PT, PSB, PDT, PSol e Pros divulgaram manifesto em que defendem o regime democrático brasileiro e a tomada de posição diante do "desastre da instauração de um governo de conteúdo ditatorial". Defende ainda a constituição de uma ampla frente política nacional de defesa da democracia.

  
 Leia a íntegra do Manifesto das fundações partidárias:

Em defesa do regime democrático no Brasil

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Bolsonaro fugiu do debate, mas não saiu ileso. Haddad se fortaleceu

Bolsonaro fugiu do principal debate entre as candidaturas à presidência da República. Usou como álibi a convalescência. Mas, este álibi caiu. Não teve saúde para o debate, mas a teve para dar uma longa entrevista a outro canal de tv. Ausentou-se por conveniência, por medo, e obvio, por ser inapto à democracia.

Foto: Reprodução
 Fernando Haddad se fortaleceu na disputa presidencial Fernando Haddad se fortaleceu na disputa presidencial
Embora ausente foi confrontado. O momento talvez mais destacado do debate se deu a partir de uma pergunta de Fernando Haddad a Guilherme Boulos. Boulos, sem meias palavras, denunciou a tragédia que representou a ditadura militar e alertou que nunca ela esteve tão próxima de retornar, numa referência direta a Bolsonaro. Haddad respaldou o alerta e disse que “sem democracia, não há direitos.”

Haddad no debate da Globo: 'Nossos governos colocaram o pobre no orçamento'

Menos engessado que os debates realizados anteriormente, o último embate entre os presidenciáveis antes do primeiro turno, realizado pela TV Globo nesta quinta-feira (4), foi marcado pela busca dos candidatos em convencer os eleitores que irão às urnas no próximo domingo, dia 7.

Por Dayane Santos

Ricardo Stuckert
  
Dividido em quatro blocos, os candidatos Alvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (Psol), Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva (Rede) fizeram perguntas entre si, mas seguindo a estratégia adotada ao longo da campanha, Fernando Haddad (PT) foi o alvo preferidos dos candidatos da direita como Geraldo Alckmin e Alvaro Dias.

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

30 anos da Constituição Cidadã: Ruim com Temer pior com Bolsonaro

Nesta sexta-feira (5) completam-se 30 anos da promulgação da Constituição Federal, apelidada de Cidadã. Sindicalistas ouvidos pelo Portal Vermelho lamentam o cenário de ataques à lei e que tem no candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) um dos principais algozes. Segundo os dirigentes, direito à saúde, educação, ao trabalho e à vida estão sob ameaça. Para eles, Bolsonaro vai aprofundar as violações iniciadas por Michel Temer contra a Constituição

Por Railídia Carvalho

Reprodução
  
Jair Bolsonaro votou a favor da reforma trabalhista que, entre outras ilegalidades, submete o trabalhador a receber menos de um salário mínimo. Bolsonaro também votou a favor da Emenda Constitucional 95 (EC 95), que congelou por 20 anos verbas para a saúde e educação e tem gerado a volta, por exemplo, de doenças há muito erradicadas como sarampo e poliomielite e aumentou a mortalidade infantil, em queda há quinze anos.

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Das mentiras que se lêem por aí: a China é uma ditadura?

Estive por duas semanas na China, atendendo ao gentil convite do Comitê do Povo Chinês pela Paz e o Desarmamento dirigido ao Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta Pela Paz (CEBRAPAZ). Foram dias de espanto, maravilha, quebra de paradigmas e muito aprendizado

Por Rita Coitinho*

Pequim, ChinaPequim, China
Creio que precisarei de alguns meses ou anos para compreender tudo o que vi e aprendi naqueles dias, esforço de pensamento ao qual será necessário somar o estudo aprofundado deste impressionante fenômeno social que é a construção do socialismo com características chinesas.

sábado, 29 de setembro de 2018

#EleNão: Confira as cidades com atos contra Bolsonaro neste sábado


Neste sábado (29), mulheres de todas as idades vão às ruas para gritar alto e em bom som #EleNão, em atos contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) e tudo que ele representa: machismo, retrocesso, preconceito e discurso de ódio. 

Por Verônica Lugarini

Via Mídia Ninja
  
As manifestações acontecerão de norte a sul, mais de 60 cidades já têm atos agendados e em praticamente todas as capitais do país. Veja abaixo a lista atualizada com os locais e horários ( Com exceção de SP e RJ, os estados estão por ordem alfabética):

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

No Brasil de Bolsonaro, um cordel


Cordel criado por Tião Simpatia ironiza as declarações e propostas machistas, homofóbicas, racistas e classissistas do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL)

Reprodução
  
Cordel: No Brasil de Bolsonaro 
Autor: Tião Simpatia 

terça-feira, 25 de setembro de 2018

Avanço de Bolsonaro traz reforma da Previdência de volta à pauta


Depois de o economista de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, revelar o plano do candidato do PSL à Presidência de aumentar o Imposto de Renda dos mais pobres e abaixar dos mais ricos, avançam os perigos do representante da extrema-direita contra os mais vulneráveis. De acordo com o blog de Gerson Camarotti, no portal G1, assessores de Bolsonaro dialogam com a base de Michel Temer (MDB) e falam em aprovar a reforma da Previdência ainda neste ano.

Com Bolsonaro, Reforma da Previdência vai avançar Com Bolsonaro, Reforma da Previdência vai avançar 
Os lobistas de Bolsonaro investem neste tema, para facilitar as coisas para seu candidato, caso seja eleito. Representante de ideais neoliberais na economia e ultraconservadores nos costumes, o candidato do PSL tem um programa econômico voltado para agradar o mercado financeiro.

domingo, 23 de setembro de 2018

Eleição democrática do terror


Ele nada entendia da situação real do país. Nem demonstrava interesse por ela, embora atuasse ativamente na política. Por isso não gostava de ser questionado, irritava-se diante das perguntas como se fossem armas apontadas em sua direção. Não queria que a sua ignorância se tornasse explícita.

Por Frei Betto*

Divulgação
Frei Betto é escritorFrei Betto é escritor
Ser estranho, ele tinha olhos alucinados afundados nas órbitas, lábios espremidos, gestos cortantes. Todo o seu corpo era rígido, como se moldado em armadura. Ao ficar na defensiva, parecia uma fera acuada. Ao passar à ofensiva, a fera exibia garras afiadas e de suas mandíbulas pingava sangue.

sábado, 22 de setembro de 2018

FEFLEXÃO POLÍTICA DO DIA

 Por Altair Freitas no Facebbok

Tempos tenebrosos! Vivemos um ciclo vicioso de violência. As crises econômicas do capitalismo, sucessivas e cada vez mais próximas uma das outras, jogam milhões de seres humanos no desemprego e na pobreza ao mesmo tempo em que a renda e a riqueza ficam mais concentradas. A miséria e a pobreza desestruturaram sociedades, famílias, regiões inteiras das grandes e médias cidades. O tráfico de drogas recruta jovens em escala industrial.

domingo, 16 de setembro de 2018

Liberalismo não é sinônimo de democracia


Há um engano renitente no pensamento político, aquele que coloca um sinal de igual entre as palavras democracia e liberalismo. 

Por José Carlos Ruy

Reprodução
Jefferson, liberalismo e defesa da escravidãoJefferson, liberalismo e defesa da escravidão
Este engano é levado ao paroxismo em nosso tempo, quando o liberalismo, antecedido da partícula neo, é dominante.

Engano partilhado muitas vezes mesmo por setores democráticos ou de esquerda. E está enraizado na origem histórica que envolveu, desde o século XVIII, a luta contra o poder absoluto das monarquias feudais (Ver Perry Anderson, Linhagens do Estado Absolutista, São Paulo, 1985).

sábado, 15 de setembro de 2018

Noam Chomsky: Neoliberalismo fez crescer a extrema-direita


 Em seminário realizado em SP, filosófo estadunidense alerta: a democracia declina diante do poder corporativo

Por Leonardo Fernandes e Pedro Ribeiro Nogueira, do Brasil de Fato

Na foto, o cientista político e filósofo Noam Chomsky.Na foto, o cientista político e filósofo Noam Chomsky.
Na Suécia, país-estandarte da social democracia europeia, a extrema-direita xenófoba conquistou 17,5% dos votos em eleições realizadas nesta semana. Associando sua raiva aos imigrantes, como acontece em diversas partes da Europa, dos EUA e até no Brasil, a razão do crescimento da direita radical pode não estar tão associada ao ódio irracional contra populações vulneráveis, mas ao sentimento de abandono diante da aplicação de políticas neoliberais, como aconteceram nos últimos anos na Suécia.

O bloqueio dos EUA contra Cuba é um crime executado permanentemente


No próximo dia 25 será instalada a 73ª Assembleia Geral da ONU. Na pauta estará, pela enésima vez, a proposta de suspensão do criminoso bloqueio imposto pelos EUA a Cuba desde 1962. 

Por Fernando Morais*

Divulgação
Às vésperas da Assembleia Geral da ONU, democratas de todo o mundo devem se manifestar pelo fim do bloqueioÀs vésperas da Assembleia Geral da ONU, democratas de todo o mundo devem se manifestar pelo fim do bloqueio
O resultado da votação, por ser o de sempre, é previsível: excluídos Estados Unidos e Israel, os demais países membros votarão pelo fim do bloqueio. 

81% da população querem políticas de promoção à igualdade de gênero


A pesquisa Ibope/ONU Mulheres revela que 81% de brasileiras e brasileiros entendem que a presença de mulheres na política e em outros espaços de poder e decisão aprimora a política em si e os demais espaços. Na Região Nordeste, o índice sobe para 84%. E 70% das pessoas entrevistadas concordam que só existe democracia de fato com a presença de mulheres nos espaços de poder e decisão.

  
Além disso, 77% avaliam que deveria ser obrigatório que os parlamentos em todos os níveis tivessem composição paritária, ou seja, correspondência equitativa entre homens e mulheres. O índice sobe para 80% entre as pessoas que cursaram da 5ª à 8ª série do ensino fundamental e entre os mais jovens. Nas classes D/E e na região Nordeste, 81% concordam, totalmente ou em parte, com essa afirmação.

Renda das mulheres é 42% menor que a dos homens no país


Apesar de as mulheres apresentarem melhor desempenho na educação e terem maior expectativa de vida no Brasil, a renda delas é 42,7% menor que a dos homens (10,073 para mulheres contra 17,566 para homens), segundo dados divulgados nesta quinta-feira (13) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). A média de renda per capita do país é de 13,755

Agência Senado
  
Ao apresentar o novo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país e do mundo, o órgão destacou a desigualdade de gênero na taxa que considera o acesso da população à educação, saúde e perspectivas econômicas.

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Bolsonaro:Candidato do setor financeiro, que não precisa da democracia


“Bolsonaro é uma contradição”, diz a economista Leda Paulani. O motivo está no fato de o candidato do PSL ser alguém de origem militar, mas que abriu mão de pautas em defesa da soberania e do desenvolvimento nacional para agradar o mercado. Ao aproximar-se do guru Paulo Guedes, ele abraça o liberalismo econômico, mas ignora valores liberais, como respeito à individualidade e às crenças. “Juntou o pior dos dois mundos”, resume. Uma combinação que o financismo não rejeita, ao contrário.

  
Por Joana Rozowykwiat

“Eu não tenho nenhuma dúvida de que agora todo o setor financeiro vai cair de boca no Bolsonaro”, aposta Leda, que é professora da USP.

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Extrema-direita assombra Suécia na véspera das eleições

A Suécia, país de tradição social-democrata, vê nas vésperas das eleições o partido de extrema-direita ganhando força

AFP
Manifestação neonazista na Suécia, em fevereiro de 2018Manifestação neonazista na Suécia, em fevereiro de 2018
A disputa do próximo domingo (9) é entre os sociais-democratas, com o atual primeiro-ministro Stefan Löfven e com 24,6% do apoio do eleitorado, e seu rival, o ultradireitista Jimmie Åkesson, líder do xenófobo e eurofóbico Partido dos Democratas Suecos e com 19,8% das intenções de voto. 

terça-feira, 4 de setembro de 2018

A luta de classes nos EUA


No meio de uma violenta ofensiva anti-sindical por parte de Donald Trump, dos governos de vários Estados e das grandes corporações, o ano de 2018 continua marcado por fortes lutas e vitórias trabalhistas

Por André Levy*


Trabalhadores do sindicato de metalúrgicos (United Steelworkers) manifestam-se em frente ao parlamento do Estado de Massachusetts, Estados Unidos, 27 de junho de 2018Trabalhadores do sindicato de metalúrgicos (United Steelworkers) manifestam-se em frente ao parlamento do Estado de Massachusetts, Estados Unidos, 27 de junho de 2018
O presidente Trump anunciou para o Congresso na quinta-feira (30), que iria usar o seu poder executivo para cancelar o aumento salarial de 2,1% dos funcionários públicos federais previsto para o próximo ano, anunciando também que não haveria nenhum aumento em 2019. O aumento salarial representaria cerca de 25 milhões de dólares e a sua suspensão contrasta com outras rubricas aprovadas no orçamento federal, como o corte fiscal de 1,5 milhões – privilegiando sobretudo os ultra-ricos – e com o aumento salarial de 2.6% nas forças armadas, como parte da despesa militar.